Toda viagem começa na internet

Publicado em 30 de outubro de 2019 . Categoria: Internet

um avião decolando dos sites para o céu

Viajar é uma das atividades humanas favoritas – algo que temos feito desde as tribos nômades do Paleolítico. Segundo dados da Organização Mundial do Turismo,  em 2018 o setor movimentou mais de 1,4 bilhão de pessoas pelo globo, registrando uma alta de 6%, muito acima da economia mundial, que cresceu cerca de metade disso. De fato, nunca se viajou tanto como agora e a crescente conectividade proporcionada pela tecnologia é apontada como um dos principais fatores responsáveis por essa nova realidade.

Hoje, a viagem começa na Internet. Graças aos avanços tecnológicos, os viajantes podem reservar seus próprios voos, planejar em detalhe a programação da viagem e ler centenas de avaliações de outros hóspedes antes de decidir em que hotel irão ficarreserva que, claro, será feita online. Em 2015, uma pesquisa realizada pelo site Booking.com revelou que o turista brasileiro é o que mais usa a tecnologia para planejar a viagem e 82% reservaram online pelo menos uma de suas viagens.

Para as empresas hoteleiras, essa nova realidade significa, simultaneamente, desafios e oportunidades. Os turistas demandam conteúdos e serviços personalizados e respostas mais rápidas e ágeis do que nunca, não importa o canal de interação, dos aplicativos de mensagens a e-mails. Por outro lado, a internet representa uma estratégia ímpar para o marketing turístico, com excelente custo-benefício – basicamente, é a oportunidade de conquistar o cliente dentro de sua casa pelo computador ou smartphone.

Refletindo sobre isso tudo, neste post mostramos de que modo a tecnologia moldará o futuro das viagens para o setor de hotelaria e por que a sua empresa não pode ficar fora dessa revolução. Continue a leitura e conheça em seguida as principais ferramentas de marketing digital para o seu hotel.

 

Blogs

Incluímos esta ferramenta no topo da nossa lista e não é por acaso. Ter um blog é essencial para qualquer empresa do setor de hotelaria – então, se você não tem um, precisa dar um jeito nisso URGENTE!

Hoje em dia, muitos consumidores estão saturados de propagandas convencionais e se engajam por meio do consumo de informações relevantes. No setor de turismo, os viajantes querem uma mãozinha na hora de planejar a viagem, que já é por si só uma tarefa complexa e trabalhosa. Um estudo do Decolar.com mostrou que, em média, as pessoas começam a decidir os detalhes das viagens nacionais com um mês de antecedência. Isso significa dispêndio de tempo online e uma demanda pelo consumo de conteúdos relacionados ao turismo.

Por isso, o marketing de conteúdo, via blogs, é fundamental para atrair e fidelizar usuários. Com essa ferramenta, a sua empresa pode proporcionar conteúdo de valor, gerar confiança e transformar visitantes aleatórios em potenciais clientes. A presença nessa plataforma, gerando conteúdo adequado e relevante, faz também com que o seu negócio seja encontrado com mais facilidade nos primeiros resultados de busca no Google – e o que é melhor: de forma gratuita!

Como dissemos, as possibilidades de conteúdo são inúmeras. Você pode falar sobre o próprio hotel (história, características, localização), fazer posts sobre a região (lugares a visitar, história, características etc.), ou oferecer dicas úteis de viagem. Os conteúdos devem ser postados com uma boa periodicidade – a cada semana ou a cada 15 quinze dias.

 

Sites

Os consumidores estão cada vez mais exigentes no contato com as empresas, esperando rapidez e precisão nas respostas. Refletindo esse perfil de consumo, hoje a maior parte das reservas de hotéis são feitas pela internet.

 

Por isso, para o setor hoteleiro, ter um site ativo e integrá-lo a um sistema de reservas não é um luxo ou uma escolha – é uma simples questão de sobrevivência. Além disso, logicamente o site pode ser usado como uma das principais vitrines do hotel, exibindo informações relevantes como localização, formas de acesso (ônibus, metrô, taxi etc.), atrações nas proximidades, depoimentos de hóspedes e fotos das acomodações e dos principais ambientes do hotel.

 

SEO (Search Engine Optimization)

Quando o assunto é impulsionar as vendas, só ter um bom site e um sistema de reservas eficiente não basta. É preciso se destacar nessa miríade de opções, atrair os visitantes e ser notado pelos hóspedes em potencial (os chamados “leads”). É aqui que entram as técnicas de SEO (Search Engine Optimization). Basicamente, elas ajudam a posicionar melhor o site do seu hotel quando um usuário faz uma busca no Google.

Pense que existem cerca de 2,4 milhões de leitos em rede de hospedagem brasileira. Só em Santa Catarina são 1.782 estabelecimentos, 56,5 mil quartos e 146,8 mil leitos. Com as ferramentas de SEO, o seu hotel pode aparecer nos primeiros lugares nos resultados de buscas de um potencial hóspede que está procurando por hotéis nessa região. Trata-se, portanto, de uma oportunidade de aumentar a venda de reservas diretas.

Uma das principais técnicas de SEO é o uso de palavra-chave, termos que os possíveis hóspedes empregam para fazer pesquisas no Google – o site do seu hotel precisa conter tais palavras para ser encontrado entre os primeiros resultados. Por exemplo, imagine que você tem um hotel com piscina em Florianópolis. O seu cliente ideal está planejando uma viagem para a região, e procure no Google algo como “hotel com piscina em Floripa” ou “hotel próximo da praia em Floripa”. Para que seu hotel seja em pesquisas como essas, é preciso que o seu site tenha incluído tais palavras-chave em algum local.

Na ferramenta Answer The Public, você pode descobrir quais os conjuntos de termos mais utilizados pelos usuários do Google quando eles estão procurando por determinados hotéis. Por exemplo, uma pesquisa “hotel em Florianópolis” mostra que as pessoas também procuram por “hotel em Florianópolis perto da praia” e “hotel em Florianópolis com piscina térmica”.

 

Google Analytics

O Google Analytics é uma ferramenta gratuita que permite ao hoteleiro entender o tráfego e o desempenho do seu site por meio da geração de relatórios com informações específicas. Com esses dados em mãos, você poderá conhecer e atingir melhor o público que deseja.

Por exemplo, tais relatórios permitem:

– Conhecer o perfil dos visitantes do site (idade, localização geográfica, gênero etc.);

– Descobrir se o seu site está sendo efetivo ou não – ou seja, se as pessoas passam um bom tempo nele ou se saem logo depois de chegarem a ele;

 – Saber se os visitantes chegam via redes sociais, por meio de sites de busca, via links, por acesso direto etc.

Com base nessas informações, você pode fazer um conteúdo muito mais personalizado e, portanto, efetivo para o seu público-alvo. Além disso, pode também desenvolver estratégias e estabelecer metas – por exemplo, aumentar o tempo de permanência nas páginas do site do hotel.

 

Mídias digitais

Recentemente, o Instagram passou também a contar com um recurso que permite a efetivação direta de reservas de hotéis – trata-se, portanto, de mais uma plataforma de vendas. Mas não é apenas por isso que a segunda maior rede social do mundo constitui uma plataforma muito importante para a rede hoteleira, com enorme potencial de sucesso. Trata-se de uma oportunidade para “encher” os olhos dos possíveis visitantes com imagens bonitas e atraentes, expondo ao mundo todo o que de melhor o seu cantinho tem para oferecer.

Em 2018, uma pesquisa realizada pelo site Booking.com revelou que 48% dos viajantes brasileiros são influenciados por fotografias bonitas da acomodação ao escolher seu próximo destino de férias. Além disso, mais da metade dos turistas tupiniquins escolhem acomodações instagramáveis, ou seja, que rendam boas fotos nas redes sociais.

Assim, é essencial que você mantenha uma conta no Instagram para o seu hotel.

Basta instalar o aplicativo gratuito no seu celular ou computador, preencher os dados e começar a publicar boas fotos – não só do próprio hotel e das acomodações, mas também clicks da região. É também importante interagir com os seguidores. Inclusive, se você estiver sem tempo para postagens, pode incentivar seus hóspedes a tirarem fotos da sua pousada e da cidade, postarem em seus perfis no Instagram e marcarem o seu hotel. Com o recurso do “repost”, você poderá compartilhar essas imagens. Não se esqueça também de usar as hashtags – palavras-chave antecedidas pelo símbolo #. Isso fará com o seu hotel apareça nas buscas de certos termos populares.

É importante também manter perfis em outras redes sociais, como o Facebook e o Youtube.

Como vimos, há muito trabalho a ser feito para marcar uma boa presença online e garantir que o seu hotel faz uso das potencialidades do mundo digital. A boa notícia é que a Olá Multicom pode te ajudar nessa tarefa! Somos uma agência de Comunicação e Marketing, com foco em estratégias de Marketing e Inteligência de Vendas. Seja referência no seu setor – entre em contato agora mesmo.

Olá Multicom – Agência de Inbound Marketing

Tags: