Quais os impactos da experiência do usuário nas vendas da empresa?

Publicado em 25 de junho de 2018 . Categoria: Marketing Conteúdo

Provavelmente, você conhece a expressão que diz que a primeira impressão é a que fica, não é mesmo? Pois é, ela se encaixa perfeitamente no nosso assunto de hoje: experiência do usuário!

E sabe por quê? Simplesmente porque a experiência positiva que o seu site proporciona ao usuário, logo em sua primeira visita, é crucial não somente para que ele continue interagindo com suas páginas, mas também para que essa experiência impacte de forma significativa nas vendas da empresa.

Em um mercado altamente competitivo como o que vivemos hoje, principalmente devido à expansão dos meios digitais, não basta apenas se preocupar com o bom e velho atendimento face a face. É preciso investir tempo e recursos para encantar o seu potencial cliente também no ambiente virtual.

Mas não se preocupe. Vamos explicar melhor esse assunto nas próximas linhas. Continue a leitura e saiba como a experiência do usuário afeta diretamente os resultados de suas vendas. Confira!

Mas, afinal, o que é experiência do usuário?

Resumidamente, podemos definir que experiência do usuário — ou UX (user experience) — é um conceito que aborda uma compreensão profunda sobre como o usuário se sente ao interagir com os seus canais de comunicação on-line.

Nos primórdios da internet, os sites não eram construídos com a ideia de proporcionar uma experiência agradável para os usuários.

Porém, à medida que os consumidores passaram a migrar para o ambiente digital, as empresas perceberam que precisavam mudar a forma de recepcionar aqueles que chegavam até seus sites, pois a boa experiência havia deixado de ser uma opção para se tornar prioridade.

Em termos práticos, podemos dizer, então, que a experiência do usuário se refere à relação satisfatória que os usuários mantêm com sites, aplicativos ou outros dispositivos on-line das empresas, baseando-se em usabilidade, design, arquitetura da informação, conteúdo, desempenho, velocidade e fluidez de interação, por exemplo.

Por que esse é um conceito importante no marketing digital da empresa?

Não há o que discutir: sabe-se que, em um negócio, os clientes sempre vêm em primeiro lugar, pois eles são os responsáveis diretos pelos resultados que a empresa obtém.

Na internet, o nível de satisfação do cliente também é medido de acordo com a experiência que ele mantém com sua marca em todos os sentidos, inclusive em relação à receptividade do site.

Se não encontrar aquilo que procura com facilidade ou tiver qualquer experiência negativa, não pensará duas vezes em abandonar o seu site e ir para outro — e, pode ter certeza, dificilmente retornará.

Além de tudo, uma boa experiência do usuário pode ter os seguintes efeitos:

  • melhora da percepção da marca;
  • redução de custos com suporte;
  • diminuição da rotatividade de clientes;
  • atenuação do grau de insatisfação;
  • aumento nas conversões e vendas.

Quais os principais pontos a serem observados para melhorar a experiência do usuário?

Há algumas boas práticas e estratégias que são fundamentais para garantir que o usuário possa ter sempre uma experiência alicerçada em fatores positivos quando entrar em contato com seu site. Vejamos algumas delas a partir de agora!

Layout responsivo

Hoje, o consumidor não se limita somente a um desktop ou notebook para entrar em contato com seu site — cada vez mais, os dispositivos móveis vêm ganhando a credibilidade do público, principalmente devido à comodidade que eles oferecem para aqueles que precisam acessar a internet a qualquer hora ou em qualquer lugar.

Por isso, pensar em um layout responsivo para o seu site, ou seja, que se adapte a qualquer tipo de dispositivo que o usuário venha a utilizar, sem nenhum tipo de distorção, é um dos fatores que corroboram para que pessoas com diferentes perfis possam ter uma experiência de navegação mais satisfatória.

Facilitar o acesso e a visualização das suas páginas vai gerar um impacto muito grande nas vendas da empresa, uma vez que o cliente não vai encontrar empecilhos técnicos quando tentar acessar seu site, independentemente do meio utilizado para isso.

Textos legíveis

Você sabia que o usuário pode levar apenas alguns segundos para formar uma opinião sobre o seu site? É exatamente por isso que todo cuidado com o design ainda é pouco, principalmente em relação aos textos.

Textos ilegíveis ou que destoam dos dados da página não só dificultam a leitura do conteúdo como também impedem que os usuários explorem mais profundamente outras informações do site.

Esse tipo de problema gera um feedback negativo para sua marca, pois um potencial cliente pode deixar de comprar simplesmente porque seu site não soube comunicar direito a mensagem da  empresa.

Preocupar-se com a arquitetura das suas informações, apresentando textos sempre de forma legível e bem hierarquizados para conduzir o usuário na direção correta, é vital para o aumento das vendas.

 Imagens otimizadas

Ainda falando do design, as imagens também influenciam a maneira como o usuário percebe o site da sua empresa. Já imaginou que desagradável acessar uma página carregada de imagens que acabam poluindo todo o site?

Quanto mais limpo e leve for o seu design, melhor. Mas atenção: isso não significa total ausência de imagens, e sim saber como otimizá-las para atrair visitantes e converter essas visitas em aumento de vendas.

Somos, por natureza, altamente fascinados e instigados por recursos visuais, mas essa estratégia deve ser utilizada com moderação para não provocar um efeito contrário ao esperado.

Além disso, é preciso utilizar algumas técnicas de SEO para otimizar de forma correta todas as imagens, de forma que os motores de busca posicionem melhor os sites mais acessados.

Objetivos bem definidos

Sua empresa precisa passar confiança à primeira vista, e a melhor forma de conseguir isso é por meio de um site que demonstre credibilidade.

Logo, saber quais são os objetivos que sua empresa deseja alcançar é um aspecto importante para a criação de um site bem organizado e didático que corresponda às expectativas daqueles que chegam até ele.

Além do mais, a experiência do usuário não se resume apenas naquilo que ele experimenta de positivo em relação aos aspectos técnicos do site, como usabilidade, acessibilidade ou funcionalidade, por exemplo, mas também na percepção que ele constrói em relação à sua marca.

Gostou do nosso post? Quer receber o nosso conteúdo? Então assine a nossa newsletter e descubra o mundo do marketing digital!

Tags: