O que é e como calcular a margem bruta?

Publicado em 2 de maio de 2017 . Categoria: Agência de Inbound Marketing | Agência Marketing Digital | Negócios | Vendas

O que é e como calcular a margem bruta?

Gerir uma empresa é também preocupar-se com seus números e acompanhar importantes indicadores financeiros.

E um dos indicativos mais relevantes, até mesmo para a sobrevivência do negócio, é sua rentabilidade — apurada pela margem bruta das operações.

Neste post, vamos mostrar como calcular a margem bruta, a sua relação com a rentabilidade e outros indicadores e por que ela é importante também para as estratégias empresariais.

Acompanhe!

O que é a margem bruta?

Essa margem é o quanto cada prestação de serviço ou venda gera de retorno à empresa após os custos de realização serem descontados.

Por exemplo:

  • um funcionário gasta $50 de combustível para ir a um cliente fazer manutenção em seus computadores;
  • sua hora de trabalho custa $20 — sendo necessárias duas horas;
  • e o valor do serviço é de $200.

Nesse caso, a margem bruta é de $110 ($200 – $90), ou 55%.

Esse indicador revela a rentabilidade da empresa, que é o quanto de retorno existe sobre o que é investido para prestar os serviços ou realizar as vendas.

Assim, essa medida deve sempre ser acompanhada: afinal, uma rentabilidade baixa pode deixar o negócio sem capital de giro, levando até mesmo ao fechamento por prejuízo.

Outra função importante do cálculo desse indicador é utilizar seus resultados para avaliar estratégias de atuação com o intuito de ter rentabilidade cada vez maior. Isso pode ser feito elevando preços ou reduzindo despesas.

No exemplo acima, o funcionário se deslocou sem ter de fornecer materiais e peças. Então, para serviços apenas de manutenção de software, pode-se fazer atendimento remoto. A economia de combustível torna o lucro bruto maior!

Porém, sendo necessário mexer em hardware, como CPUs ou servidores, uma rota de atendimentos pode ser definida — otimizando o combustível e o tempo de deslocamento.

Em ambos os casos, o preço não se altera, a competitividade é mantida e o lucro bruto se torna maior.

Como calcular a margem bruta?

O processo de cálculo do lucro bruto é relativamente simples, mas requer muita atenção. Obter um indicador com resultado errado pode afetar a empresa e suas estratégias de forma significante!

Como mostramos acima, é preciso subtrair do valor da prestação ou venda todos os seus custos de realização. E foi esta a nossa conta: $200 – $50 – $40.

Depois, a seguinte fórmula é utilizada: lucro bruto ÷ valor total x 100 = margem bruta. Veja:

  • $200 – $50 – $40 = $110 de lucro bruto;
  • $110 ÷ $200 = 0,55;
  • 0,55 x 100 = 55% de margem bruta.

Posteriormente, tendo calculado o impacto dos impostos e demais gastos do serviços, pode-se calcular a margem líquida desse serviço.

Por exemplo: se os impostos representam 15% da receita bruta, são $30 de tributos. Então, usamos a seguinte equação: lucro líquido ÷ valor total x 100 = margem líquida.

  • $200 – $50 – $40 – $30 = $80 de lucro líquido;
  • $80 ÷ 200 = 0,4;
  • 0,4 x 100 = 40% de lucro líquido.

Agora, tendo os dois indicadores calculados, a empresa pode avaliar seu desempenho financeiro utilizando outros indicadores, como o ticket médio. Caso o ticket seja de $150 por serviço prestado, as margens bruta e líquida médias são respectivamente de $82,50 e $60.

Então, multiplicando esses valores pelo número médio de atendimentos, a empresa consegue saber o que esperar em seus resultados mês a mês.

Dessa forma, caso pretenda investir para uma expansão de fatia de mercado, pode mais facilmente calcular o retorno sobre o investimento em valores e tempo.

Agora que você já sabe como calcular a margem bruta, compartilhe este post em suas redes sociais e mostre a mais pessoas a importância desse indicador e de seu uso na avaliação de estratégias!

Roder Cypriano
OLÁ Multicom
Agência Certificada RD Station


 

produção de sites

Tags: