Mobile first: porque trabalhá-lo no site da sua empresa?

Publicado em 23 de julho de 2018 . Categoria: Sem categoria

Há algum tempo, a navegação via dispositivos móveis já é responsável pela maior parte dos acessos a sites e lojas virtuais. Sendo assim, as empresas tiveram que criar versões responsivas das suas páginas para atender a essa demanda.

Mas, se esses dispositivos representam a maioria dos acessos, não seria mais adequado criar uma estratégia para esse tipo de tela primeiro? É justamente esse conceito que o mobile first trabalha.

Essa tendência veio para ficar, pois representa a necessidade mais real e contemporânea em termos de webdesign. Isso demonstra que uma estratégia digital deve englobar o mobile first para projetos novos e também para reformular projetos já existentes.

Em resumo, em vez de criar uma versão responsiva do desktop, cria-se uma versão mobile primeiro e, após isso, é feita uma adaptação para web.

E para mostrar como funciona o mobile first na prática, como aplicá-lo ao seu site, as principais tendências desse formato e quais desafios fazem parte desse processo, criamos um panorama capaz de responder a todas essas questões. Por isso, continue a leitura e descubra tudo que precisa saber sobre o mobile first!

Crescimento e tendências do mobile first

Conforme dados da Fundação Getúlio Vargas (FGV-SP), apresentados na 27ª Pesquisa Anual de Administração e Uso de Tecnologia da Informação nas Empresas, a estimativa do número de smartphones no Brasil para o ano de 2018 é de 236 milhões.

A projeção mostra algo incrível: o número de aparelhos é maior do que o número de habitantes do país. Tomando isso como base, é natural que o mobile tomou a frente do mercado digital e deve se tornar prioridade quando se pensa em uma estratégia digital sólida.

Essa reflexão mostra que o crescimento do mobile first é algo natural e imparável, com a tendência de acontecer em larga escala para atender às demandas do mercado. O que hoje é um diferencial competitivo, em breve poderá ser fator obrigatório em qualquer projeto de criação ou repaginação de site.

Aplicação prática no site da empresa

Antes de falar da aplicação prática do mobile first, é válido citar algumas vantagens e exigências que esse modelo traz consigo, que explicam o por que é importante investir nesse novo cenário. Dessa forma, fica mais fácil entender posteriormente como a aplicação funciona. Confira quais são elas!

Vantagens

A primeira e talvez maior vantagem do mobile first está na sua ampla gama de recursos, especialmente em termos de interatividade. O formato mobile apresenta recursos diversos como GPS, touch e multi-touch, entre outros que vão bem além da limitação de recursos que a versão web apresenta.

Começar um site pensando no mobile, ajuda a escolher a melhor forma de apresentar os produtos, serviços e demais objetivos da sua empresa e também a utilizar as ferramentas certas para isso.

Outra vantagem é a forma de comunicação que, por acontecer em uma tela menor, precisa ser objetiva, facilitando assim a criação de mensagens mais diretas e evitando conteúdos que sejam extensos demais.

A otimização natural existente no mobile first também contribui para que o processo de criação da versão web seja mais prático.

Exigências

A principal exigência está na mudança de mentalidade, afinal, quando o foco passa a ser o mobile primeiro, é necessário pensar diferente do modo tradicional.

O foco é fundamental para vencer desafios de design encontrados no mobile first, como criar um site em tela reduzida, lidar com os limites da conexão móvel e buscar entender como o usuário mobile se comporta.

Aplicação do mobile first

Aplicar o mobile first com sucesso não é simplesmente se adaptar a um formato, mas sim usar esse formato para qualificar a comunicação da sua empresa e a experiência do usuário.

Nesse cenário, é fundamental analisar alguns fatores pré-desenvolvimento como a velocidade do servidor, objetividade das mensagens, contexto geral dos acessos (aonde e quando eles ocorrem), além de ter sempre métricas e softwares que ajudem a avaliar o desempenho mobile e o impacto das suas ações.

Após essa análise, pode-se partir para aplicação do mobile first, devendo respeitar conceitos como:

  • escrever linhas de código (quando houver programação envolvida) com foco no mobile;
  • escolher o design com foco na tela padrão dos dispositivos móveis;
  • selecionar fontes adequadas para a maioria dos dispositivos;
  • dar a devida atenção às cores, contraste e forma de visualização;
  • estruturar os conteúdos para caberem perfeitamente em uma tela menor.

Esses cuidados ajudam a dar um direcionamento importante, mas quanto a criação em si, podemos dizer que o mobile first é um território livre. Cada site tem seus objetivos e essa flexibilidade de opções ajuda bastante a utilizar o mobile first da melhor forma dentro da sua estratégia.

Vale lembrar que isso não significa que criar um site usando o mobile first é uma tarefa simples. Por ser um formato novo e com as suas especifidades, é preciso tempo e conhecimento técnico para que todos os elementos da página se encaixem de maneira precisa.

O mobile first, assim como qualquer formato de webdesign, exige estudo contínuo, testes e acompanhamento das principais tendências. Com isso, é possível criar um site mobile first capaz de encantar e proporcionar uma ótima experiência para o seu público

Ajuda especializada na implementação

O tópico anterior mencionou a importância de ter conhecimento técnico para criar um site mobile first que possa oferecer o melhor para os seus clientes. Como esse conhecimento não é de fácil acesso, o ideal é contar com ajuda de uma agência especializada.

Os profissionais da agência possuem experiência nesse tipo de projeto e utilizam essa expertise a favor da sua empresa, fornecendo assim elementos suficientes para que o seu site mobile first saia do papel e vá para o ar com uma capacidade incrível de performance.

Por meio dessas dicas, fica clara a importância do mobile first no cenário atual e como a sua empresa não pode deixar de utilizar esse recurso em uma estratégia mobile.

E falando em estratégia mobile, a sua empresa já possui uma? Que tal contar com a nossa ajuda para criá-la ou repaginá-la? É simples, basta entrar em contato conosco e nos contar mais sobre os seus planos. Será um prazer ajudar nessa missão!

Tags: