Guia prático: como o marketing de conteúdo pode aumentar as vendas

Publicado em 8 de outubro de 2016 . Categoria: Guia do Marketing de Conteúdo | Inbound Marketing | Marketing Conteúdo | Vendas

Guia prático: como o marketing de conteúdo pode aumentar as vendas

Guia prático: como o marketing de conteúdo pode aumentar as vendas

Em busca de entender o que levava alguém a realizar uma compra em uma loja e não em outra, lá no final do século XIX o empresário E. St. Elmo Lewis desenvolveu um modelo de estratégia conhecido como funil de vendas.

Um modelo que, mesmo depois de mais de um século, continua beneficiando todo tipo de negócio, principalmente aqueles que funcionam na web e ainda contam com a ajuda do marketing de conteúdo para ampliar seus resultados na rede.

Agora, se você ainda não sabe o que é funil de vendas e nem onde o marketing de conteúdo se localiza dentro dessa estratégia de vendas, não se preocupe, pois vamos falar justamente a respeito disso aqui no post. Confira!

O raio-X do funil de vendas

Para início de conversa, devemos entender o que é o funil de vendas.

E aí, para isso, nada melhor do que imaginar um funil e dividi-lo em três partes, sendo a primeira a do topo, mais largo, a do meio e a última sendo aquela do fundo, mais estreita.

Imaginou? Pois é nesse funil que entram os visitantes do seu site e saem os clientes.

Funciona assim: na primeira parte, a do topo, você encontra todo tipo de usuário, inclusive (e principalmente) aqueles que ainda não sabem que têm uma necessidade ou problema em que sua empresa poderia ajudar a resolver.

Depois, no meio, podemos ver aquelas pessoas que já entenderam que têm um determinado problema e estão à procura de resolvê-lo.

É quando um simples usuário se torna um cliente em potencial ou, em outras palavras, um lead.

E aí, já no fundo, encontram-se aqueles que estão cogitando contar com sua empresa para sanar seus problemas, podendo sair de dentro do funil como clientes.

De visitante a cliente por meio do marketing de conteúdo

Entendeu como funciona a trajetória do cliente por meio do funil de vendas?

Ótimo! No entanto, é bom ter em mente que para levar essa pessoa de uma parte à outra do funil é necessário contar com a ajuda do marketing de conteúdo.

Diferentemente do que acontece no marketing off-line — que ainda vale a pena —, no marketing digital e no de conteúdo, para capturar o foco da sua audiência, é necessário entregar algo de útil e não apenas ficar bombardeando com publicidade.

Afinal, na web ela está sempre a um clique de distância daquele seu concorrente que não está apenas gritando por atenção.

Por isso, é importante produzir bastante conteúdo, com qualidade, e que faça com que o usuário vá de uma parte para outra do funil.

Podemos dar alguns exemplos de qual é o conteúdo que casa melhor com cada parte dessa jornada de vendas:

  • Para o topo do funil: artigos de blogs, posts de redes sociais e até infográficos;
  • Para o meio do funil: white papers, e-books e tutoriais;
  • Para o fundo do funil: vídeos com cases de sucesso do seu produto, landing pages com informações sobre o serviço e até pesquisas de mercado.

Acompanhando os resultados

Por fim, é bom ter em mente que, assim como é importante analisar as métricas de um blog, também é muito importante analisar os resultados de cada etapa do funil de vendas.

E para isso é necessário que as equipes de vendas e de marketing tenham total sintonia, tanto ao observar o comportamento dos visitantes e clientes, quanto para criar e ajustar o conteúdo certo para cada um deles.

Como o marketing de conteúdo pode aumentar as vendas

Agora que você já sabe qual é a importância do funil de vendas para o seu negócio e como o marketing de conteúdo é colocado dentro dessa estratégia, que tal colocá-lo em prática na sua empresa agora mesmo?

Gostou da ideia? Então entre em contato com a gente agora mesmo!

Roder Cypriano  |  Especialista em Inbound Marketing

Tags: