Entenda mais sobre a estratégia de branded content e como aplicá-la!

Publicado em 28 de maio de 2018 . Categoria: Agência de Inbound Marketing | Marketing Conteúdo | Marketing Digital

Você já deve ter ouvido falar em branded content, pois essa é uma das estratégias de marketing mais utilizadas atualmente. De fato, se os meios usados para divulgar a sua empresa e a sua marca não têm dado muitos resultados, essa pode ser uma boa opção.

No entanto, antes de se aventurar por um novo caminho, é bom entender o que esse conceito significa e como ele pode ser colocado em prática. Afinal, por mais que se trate de uma maneira eficiente de se comunicar com seus consumidores, ela precisa ser tão bem-feita quanto às formas tradicionais.

Neste post, apresentamos as principais informações sobre branded content e algumas dicas básicas de como construir uma estratégia de sucesso. Ficou interessado? Continue a leitura e descubra!

O que é branded content?

Certamente você deve ter se deparado com uma imensidão de conteúdo por aí, como posts de blogs, mídias sociais e sites, vídeos, revistas em quadrinhos, filmes, programas de rádio e TV, por exemplo. Mas já parou para pensar na procedência de cada um deles?

Alguns são criados por veículos de comunicação, como grandes portais de notícias, enquanto outros são criados por empresas e marcas, sejam elas grandes ou pequenas. E essa é, justamente, a premissa básica do branded content.

Numa tradução literal, branded content significa conteúdo de marca. Ou seja, uma empresa começa a produzir conteúdo que seja de interesse para seus públicos (interno e externo), de modo a transmitir a comunicação de sua marca, mesmo que de forma indireta.

Assim, além de produzir peças promocionais tradicionais, como comerciais de rádio e televisão, as marcas passam a produzir também conteúdos diferenciados, com qualidade e relevância para públicos específicos.

Alguns exemplos bem-sucedidos de branded content podem ser vistos em campanhas de televisão e mídias sociais de grandes marcas como Coca Cola, Dove e Red Bull. No entanto, não é preciso ser grande para adotar esse tipo de estratégia. Pelo contrário, ela é ideal para empresas pequenas ou que tenham um público bem restrito, por poder ser melhor direcionada.

Por que usar branded content?

A sociedade atual consome todo tipo de conteúdo o tempo todo. Independentemente do vínculo com as fontes (como governos, entidades de classe, instituições de pesquisa e empresas), as pessoas buscam se manter informadas e até se entreter por meio de plataformas e marcas confiáveis e que possam suprir essa necessidade.

É nesse contexto que surgiu o branded content: oferecer conteúdo relevante e atualizado para determinado público. Esse pode ser um consumidor atual ou potencial, de acordo com o momento vivido pela marca, como expansão ou estabilização.

Então, por que usar esse tipo de estratégia? Bom, você já deve ter reparado e comparado os resultados de meios tradicionais de divulgação da sua marca. A verdade é que, por mais grandiosas que algumas campanhas sejam, elas nem sempre conseguem atingir o público desejado e numa quantidade efetiva que seja convertida em vendas.

Mas mais do que a conversão em vendas, a principal vantagem do branded content é ter uma maior aceitação junto ao público, uma vez que se trata de conteúdo do interesse dele. Do mesmo modo, é possível perceber uma maior rejeição de propagandas simples, por serem consideradas apenas como publicidade, com objetivos puramente mercadológicos.

Dessa forma, se um conteúdo é recebido e percebido como informação, conscientização e de grande relevância funcional e social, maior a chance dele ser assimilado pelo público, ainda que relacionado a uma marca.

Para a organização, o retorno é obtido tanto como brand awareness (reconhecimento de marca) quanto como um aumento de credibilidade e confiabilidade, entre outros conceitos subjetivos que agregam mais valor.

Como produzir esse tipo de conteúdo?

Ok, agora que você já entendeu como funciona e porque adotar o branded content, pode estar se perguntando como é possível colocá-lo em prática, não é mesmo? E, realmente, não é porque uma estratégia pode funcionar melhor, que ela deve ser feita de qualquer jeito.

Pelo contrário, com o branded content, é ainda mais importante adotar um bom planejamento, ter objetivos bastante claros e metas agressivas para se obter bons resultados. Veja algumas dicas abaixo para ser mais assertivo.

Conheça o público a fundo

Ora, essa é a premissa básica de qualquer estratégia de branded content. Se o objetivo é oferecer conteúdo relevante para um público, esse precisa ser bem conhecido e delimitado. Assim, não adianta produzir conteúdo que não seja interessante para os seus consumidores e nem tentar atingir um número muito grande de pessoas que não se interessam (ou possam vir a interessar) pelo assunto.

Saiba qual o canal mais adequado

Imagine a situação de começar a gritar sobre a sua marca numa caverna totalmente inabitada. Mesmo que o seu conteúdo ecoe bastante, ele será mal aproveitado se não atingir o seu público de maneira exata.

Assim, se depois de fazer uma pesquisa de mercado, você descobrir que o seu público é formado por jovens surfistas do sul do Brasil com idade entre 15 a 35 anos, é preciso saber onde encontrá-los. A partir daí, o canal adequado pode ser uma rede social, como o Youtube, ou mesmo uma praia em Santa Catarina. Dificilmente vai ser no horário comercial do programa infantil da televisão.

Produza conteúdo relevante

O conceito de relevância aqui não significa, necessariamente, a mesma coisa para diferentes públicos. É importante notar, ao montar uma estratégia de branded content, que nem sempre um assunto relevante para um público vai ser para outro. Ou seja, fazer a cobertura do campeonato de surf local pode ser interessante para o público-alvo do exemplo anterior e não ser para diversos outros.

Use uma linguagem apropriada

Se o seu público é mais informal, a linguagem da sua campanha, seja ela falada, musical ou visual, deve seguir o mesmo caminho. As pessoas não só devem se interessar pelo seu conteúdo, como devem ser capazes de se identificar com ele. Apenas tenha o cuidado de fazer uma pesquisa aprofundada, para não cair em estereótipos que só causam rejeição.

Utilize a criatividade

Nossa última dica tem a ver com originalidade. Seja criativo, inovador e apresente soluções e até questionamentos reais para o seu público. É a capacidade de oferecer algo diferente que irá reter as pessoas, fazendo com que elas não só se interessem uma primeira vez pela sua marca, como se mantenham engajadas.

Enfim, o branded content já não é mais uma tendência de marketing, mas sim uma realidade. Além de nossas dicas, certifique-se de contar com parceiros comprometidos e que possam contribuir para alavancar a sua marca.

Gostou do post? Ficou com alguma dúvida ou quer saber mais sobre branded content? Então deixe seu comentário abaixo!

Tags: , , , , , , , ,