A super população do mundo digital, especialmente nas redes sociais, criou um novo público para as empresas, os consumidores online. Fica claro que toda empresa precisa fazer parte dessa “população digital” para engajar seus negócios. Porém, as boas e velhas curtidas na página no Facebook ou as muitas visitas no seu site não são imediatamente sinônimo de sucesso, ou seja, atrair visibilidade é muito importante para o crescimento do seu negócio, mas não é tudo.

Hoje vamos compartilhar com você algumas estratégias do marketing digital para que você não perca mais tempo (nem dinheiro!) pensando que as suas vendas estão garantidas apenas pelo fato de ter um público participativo  nas redes sociais.

desenvolvimento de sites responsivos

A métrica da vaidade: cuidado com ela

“Métrica da vaidade” é um termo que surgiu para descrever um comportamento comum entre as empresas diante das reações do público aos conteúdos que ela divulga na internet. A partir de dados como visualizações, curtidas, compartilhamentos, cliques, seguidores e downloads de materiais, por exemplo, algumas empresas passam a se vangloriar (por isso o termo “vaidade”), pensando que toda essa visibilidade equivale ao sucesso da empresa, e passam, assim, a se comportar de forma equivocada, sem se darem conta de que essas respostas positivas na internet não significam um retorno equivalente para o negócio.

Embora os likes e os views sejam importantes, nem sempre eles significam sucesso para as vendas.

Um exemplo simples mas que pode explicar a métrica da vaidade é o seguinte: suponha que você publica na página da sua empresa no Facebook uma foto do seu mais novo produto, e recebe por isso 50 curtidas. Dessas curtidas, apenas 5% realmente se interessaram pelo produto e seguiram adiante na compra. E os outros 95%? O que aconteceu para eles não terem ido adiante? É simples: nem todas as reações positivas expressam verdade. Por isso, é preciso encontrar as métricas certas, que lidem com dados mais reais.

Encontrando as métricas certas

Não existe uma receita exata para encontrar as métricas certas, até porque as medições variam de acordo com cada ramo de negócio, mas é possível traçar um plano com os principais objetivos da empresa e procurar formas de realizá-los.

Algumas medições que podem dar certo para o seu tipo de negócio são as metas e as taxas de conversão.

As metas passam a ser um medidor do desempenho online do seu negócio quando você estabelece juntamente com a sua equipe onde querem chegar. Elas podem ser quantitativas – por exemplo, você pode planejar dobrar a quantidade de leads e aumentar para 25% a taxa de conversão em clientes – ou qualitativas – por exemplo, você pode planejar melhorar a qualidade do serviço ou do atendimento visando aumentar, com isso, a sua visibilidade no setor.

Quanto às taxas de conversão, talvez elas sejam a medição mais conhecida e mais aplicada no marketing digital. Com ela, é possível identificar a quantidade de leads que tornaram-se clientes e a quantidade de negócios fechados. Essa métrica calcula a produtividades dos vendedores, observando a média de vendas que eles conseguem efetivar. O cálculo dessa taxa é feito multiplicando a quantidade de leads pela quantidade de leads transformados em clientes divido por 100.

O tráfego: um caminho, não um ponto de chegada

Gerar  tráfego é, sem dúvida, um fator muito relevante, mas ele só vai trazer resultados na prática se for visto como um meio, não um fim. Para atrair um visitante até o seu site você certamente investe tempo e dinheiro, portanto, é necessário que esse investimento dê resultados, não é verdade? Para que esses resultados comecem a aparecer, o seu visitante tem que se transformar em um lead (consumidor em potencial), e para que você consiga leads ao invés de apenas visitantes, e clientes ao invés de apenas leads, o tráfego deve ser um caminho, e não um ponto de chegada.

Quando o tráfego torna-se um caminho, você pode trabalhar estrategicamente, direcionando o seu lead pelo funil de vendas até que ele transforme-se em um consumidor efetivo do seu serviço, ou seja, alcance o fundo do funil.

Atraia o público para mais perto do seu negócio, investindo em medições produtivas. Além de uma métrica competente, você pode investir em pequenas coisas que aparentemente são irrelevantes mas que fazem toda a diferença, como por exemplo: investir na experiência do usuário com o seu site; testar diversas formas de divulgar um produto; estar perto do seu futuro cliente, disponibilizando um mix de endereços de contato, como e-mail, telefone e WhatsApp.

Lembre-se de que um atendimento instantâneo irá contribuir para que o seu lead confie na sua marca e tire suas dúvidas o mais rápido possível.

Para ver mais dicas sobre como ter sucesso com as vendas através do seu site veja este artigo.

Roder Cypriano
OLÁ Multicom
Agência Certificada RD Station