Teclado do computador com carrinho de compra

E-commerce: a sua empresa pensa em ter?

Durante a pandemia, 72% dos brasileiros afirmaram que mudaram seus hábitos de consumo. Um setor em específico traduz a magnitude dos impactos dessas modificações: o e-commerce. Nos últimos seis meses, a participação do comércio online nas vendas do varejo cresceu o mesmo que em seis anos. Sim, você leu corretamente: 6 anos em 6 meses.

Esse é um dado de um estudo conduzido pela Fecomercio-SP, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo, divulgado em setembro de 2020. Nos últimos meses, o comércio online passou a ser mais utilizado por 46% dos consumidores brasileiros. Determinados públicos, como os idosos, que eram mais resistentes a usar essa forma de compra, experimentaram e afirmam que tiveram uma boa experiência. Prova disso que é 47% dos entrevistados pretendem continuar a comprar mais pela Internet no período pós-pandemia.

Por tudo isso, especialistas afirmam que estamos vivendo uma mudança de era no comércio eletrônico brasileiro, com a antecipação de patamares de vendas que muito provavelmente só seriam registrados a daqui a uns cinco anos. Para as empresas, trata-se de uma oportunidade histórica de aproveitar o embalo com o excelente momento do setor e modernizar de vez a forma como comercializam os seus produtos.

Por isso, talvez devamos reformular a pergunta que dá título a este artigo – em vez de “E-commerce: a sua empresa pensa em ter?”, seria mais apropriado questionarmos: “E-commerce: quando a sua empresa terá?”. Afinal, não se trata de “se a empresa terá um site online”, mas quando isso acontecerá. A verdade é que o momento mais oportuno chegou.

Se o seu produto ou serviço ainda não conta com um canal de vendas online, este post é para você. Nele, listamos 5 razões pelas quais essa presença no comércio virtual é o passo mais importante e acertado para empresas dos mais variados setores e pode alçar as suas vendas a números nunca vistos. Vem conferir!

 

#1 A loja virtual aumenta as vendas

Abrindo um e-commerce, você dará ao cliente da sua loja física a oportunidade de poder comprar os produtos que ele já conhece, com a comodidade de não precisar sair de casa para isso. Isso é especialmente importante em um período em que o distanciamento social é ainda recomendado pelas autoridades de saúde.

Além disso, com a divulgação e o investimento certo, aos poucos a sua loja crescerá, e as vendas começarão a atingir outros públicos. Isso porque um site de vendas na Internet é uma loja que nunca fecha: 24 horas por dia, sete dias por semana e sem quaisquer fronteiras territoriais. De fato, se a loja física está limitada à rua, ao bairro, à cidade onde ela se localiza, a virtual não – ela é, por isso, a vitrine ideal para mostrar o seu produto ao mundo e isso aumenta exponencialmente as possibilidades de conquistar novos públicos.

Uma lenda do e-commerce é aquela segundo a qual a loja virtual diminui clientes e lucros da loja física. Na verdade, não é o caso. O e-commerce amplia as possibilidades de vendas, não as diminui.

 

#2 Atração de tráfego de múltiplas plataformas

Se você tem apenas uma loja física, ela está limitada ao tráfego de clientes das redondezas – o seu bairro ou, com sorte, a sua cidade é o limite. Mesmo que você tenha clientes fiéis que viajam longas distâncias para comprar o seu produto, a verdade é que nada se compara a um site de e-commerce, que pode atrair o fluxo de múltiplas plataformas. O mundo é o limite nesse caso.

Blog, Instagram, Pinterest, LinkedIn, Tumblr, Google Adds e por aí vai. Todas essas plataformas podem ser canais de vendas e marketing que aumentam o volume de tráfego do seu site.

 

#3 Para não ficar para trás da concorrência

Nos últimos meses, muitas empresas aproveitaram a oportunidade deste momento e passaram a operar um e-commerce. Portanto, quem ainda não o fez não pode simplesmente reclamar que ficou para trás – afinal, as evidências estão ao alcance de todos.

Se você não oferece determinada praticidade ao seu cliente, a verdade é que alguém oferecerá no seu lugar. Assim, é essencial começar por entender como está o seu segmento de atuação na internet. Consulte os preços, visite os sites da concorrência, idealize qual será o diferencial da sua loja e, depois, mãos à obra.

 

#4 Consolidação de marcas

Além de satisfazer uma necessidade específica dos clientes, as marcas devem conquistar a confiança deles. Um e-commerce, automaticamente, aumenta a credibilidade da sua marca: você passa a ter uma vitrine permanente, que nunca fecha e com enorme alcance. Você adquiriu um rosto, uma identidade, e finalmente pode ser visto por público alargado.

A página “sobre nós” do seu site pode ajudar a fazer a diferença, comunicando aos visitantes um pouco da sua história.  Nesse espaço, você pode contar aos clientes como a sua empresa foi fundada, o que a motiva a continuar no mercado, por quais valores ela se guia. Isso gera segurança e empatia nos seus potenciais clientes.

Associado ao site, você pode criar um blog e fazer dele um espaço para falar dos seus produtos de forma mais detalhada. Aproveitando a sua área de expertise, você pode oferecer artigos com informações úteis aos clientes. Aos poucos, a sua marca irá se consolidando – e isso, claro, se refletirá nas vendas.

 

#5 Custa menos do que você pensa

Ao contrário do que se possa pensar, não é preciso gastar uma fortuna para criar e manter um site funcional e atraente.  

Além disso, nos primeiros passos, você poderá usar as redes sociais e até o Whatsapp, que são gratuitas, para se comunicar com seus clientes e atraí-los para o site.  Aos poucos, você pode investir em estratégias de SEO (Search Engine Optimization) e outras estratégias de marketing digital bem conduzidas para dar destaque à loja virtual na internet.

Assim, quando um usuário do Google digitar um determinado produto nesse motor de busca, o seu site aparecerá entre os primeiros. Tudo isso pode ser conseguido com um investimento relativamente baixo, mesmo quando comparamos às formas de marketing tradicionais.

Agora que você já conhece as razões e as vantagens de ter um e-commerce, não adie essa decisão para depois: tenha confiança de que esse é o passo mais acertado e racional para este momento. E para criar e manter um site online e, assim, tirar o maior proveito do potencial dele, você vai precisar de experts na área. 

É aí que você pode contar com a Olá Multicom! Somos uma agência de Comunicação e Marketing, com foco em estratégias de Marketing e Inteligência de Vendas. Entre em contato conosco agora mesmo para uma avaliação personalizada e aproveite o momento para modernizar de vez as vendas da sua empresa.

Até o próximo post!

 

5 Motivos pelos quais sua empresa não tem sucesso com Inbound MKT

 

Roder Cypriano

Olá Multicom – Agência de Inbound Marketing

Agência Parceira LAHAR