Big Data Marketing: por que adotar uma cultura de dados na empresa?

Publicado em 19 de abril de 2018 . Categoria: Agência de Inbound Marketing | Agência Marketing Digital | Inbound Marketing | Marketing | Marketing Digital | Plano de Marketing

Big Data Marketing: por que adotar uma cultura de dados na empresa?

Estar atento ao mercado e compreender o padrão de consumo de seus clientes é a chave para o sucesso de qualquer campanha de marketing. Para isso, é preciso coletar e analisar as diversas informações sobre eles por meio do Big Data Marketing.

Mas o que seria isso? Na postagem de hoje, abordaremos qual é o conceito de Big Data, como ele influencia nas estratégias de marketing de uma empresa e apontaremos algumas vantagens que, sem dúvidas, farão com que você deseje implantá-lo em sua empresa. Confira!

O que é o Big Data?

Big Data é o termo utilizado para descrever a enorme quantia de dados que impactam de forma direta no cotidiano das empresas, sejam eles estruturados ou não.

Contudo, a quantidade de dados não é o mais importante, e sim o que as empresas fazem com esses dados. O Big Data Marketing, por exemplo, deverá ser utilizado para analisar padrões de comportamento, antecipar tendências e obter insights que permitam as melhores decisões.

Ao implantar a cultura de dados em sua empresa, as decisões estratégicas tornam-se mais efetivas, afinal, não são tomadas com base em achismos, mas em informações consistentes oriundas de dados concretos.

É claro que dados soltos não trazem nenhuma informação relevante, por isso, é preciso que o profissional ou as equipes que trabalharão com eles tenham um alto poder analítico, a fim de organizá-los e interpretá-los de maneira correta.

O Big Data Marketing é uma tendência que está se estabelecendo no cotidiano das empresas e que veio para ficar. Em um futuro próximo, as empresas que não investirem em Big Data, estarão fadadas a perder cada vez mais espaço no mercado.

O que é Data Drive Marketing?

O Data Drive Marketing (DDM) é a tomada de decisões e planejamento de estratégias de marketing com base em dados. Apesar de a maioria dos departamentos utilizarem essa técnica para elaborar seus planejamentos, o DDM refere-se às informações extraídas do Big Data.

Como exemplo, podemos citar a compreensão de quem é o público-alvo da empresa. Apesar de você ter diversas informações sobre ele, por meio do Big Data Marketing, é possível aprofundar-se em seu processo de compra e compreender qual o melhor momento para contatá-lo ou enviar uma oferta.

Ao utilizar o Data Drive Marketing, suas ações se tornam muito mais efetivas, pois a empresa compreenderá todos os aspectos relacionados ao cliente e ao seu processo de compra, identificando quais canais apresentam maior efetividade e a melhor maneira de alcançá-lo.

Quais as vantagens em adotá-lo em sua empresa?

Uma vez que você compreendeu a importância do DDM para a eficácia de suas ações de marketing, veja quais são os benefícios que essa prática proporciona para a sua empresa.

Mais eficiência no atendimento

Ao identificar quais são os canais preferidos do cliente para falar com a empresa, ela pode adotá-los em sua comunicação, proporcionando maior comodidade a ele. Isso pode até parecer algo simples, mas impacta diretamente em sua satisfação e percepção sobre a empresa.

Atualmente, não é mais o cliente que deve se adaptar à empresa, mas sim o contrário. É preciso trazê-lo para o centro da estratégia, pensar em maneiras de fazê-lo se sentir especial e entregar experiências cada vez mais personalizadas.

Uma vez que a empresa possua diversas informações acerca do perfil do cliente, é possível otimizar o processo de atendimento e minimizar burocracias.

Melhor entendimento do comportamento de compra do cliente

Apesar de ser possível segmentar os públicos por suas características semelhantes, cada um possui suas individualidades e necessidades específicas e, para descobri-las, é essencial que se invista no Data Drive Marketing.

Existem clientes que consultam a internet para saber mais sobre um produto, visitam a loja física para vê-lo e depois voltam para a internet para fechar a compra. Já outros preferem adquiri-lo na loja. E ainda tem aqueles que nem consultam a internet para realizar uma aquisição.

Compreender qual é o comportamento de compra do cliente e seus hábitos de consumo é fundamental para que a empresa adéque seus processos para atendê-lo da melhor maneira possível e, assim, aumentar as suas vendas.

Segmentação das estratégias de marketing

Antigamente, utilizava-se o perfil de público-alvo para segmentar as campanhas de marketing, que era baseado apenas em dados demográficos, como idade, sexo, localização, classe social e poder aquisitivo.

Nos dias de hoje, essa segmentação já não é o suficiente para garantir a efetividade de suas ações de marketing. Com isso, surgiu o conceito de buyer persona, que consiste na representação fictícia de um cliente real, levando em conta a sua história, cotidiano, relações familiares, motivações e objetivos, indo além dos dados demográficos.

Mas, para criar a sua buyer persona, é preciso pesquisar bastante. E qual a melhor maneira de fazer isso? Se você respondeu que é por meio do Big Data Marketing, você está certo.

Ao levantar todas essas características e aplicá-las a segmentação de suas ações de marketing, as chances de sucesso são muito grandes. Por meio do correto direcionamento, sua empresa aparecerá para quem realmente importa, evitando o desperdício de verba e reduzindo seus custos.

Marketing de relacionamento com mais resultados

Assim como no amor, para que tudo funcione corretamente, é preciso conhecer a pessoa com que você está se relacionando. Conhecer os seus desejos, objetivos e crenças é a melhor maneira de estabelecer uma comunicação sadia.

Trazendo esse cenário para o marketing, funciona da mesma forma. As empresas precisam conhecer a fundo os seus clientes, além de atuar de forma transparente, demonstrando quem ela é de verdade.

Como dissemos, o Big Data Marketing é a melhor maneira de extrair dados que tragam informações relevantes sobre o perfil de seus clientes. A partir daí, é possível estabelecer os assuntos e linguagens que melhor se adéquam ao perfil deles e iniciar uma conversa.

No momento em que o cliente percebe que a empresa possui interesse genuíno nele e que compartilha de seus valores, a relação entre eles passa a fluir de forma natural e o transforma em um potencial defensor dela.

Todo esse processo de relacionamento possui o foco na retenção e fidelização do cliente, fazendo com que ele volte a consumir de sua empresa de forma recorrente e a divulgue para seus amigos e familiares, trazendo mais clientes para você de forma espontânea.

Como vimos, utilizar o Big Data Marketing é a melhor forma de conhecer seu público, avaliar o mercado e otimizar as suas estratégias de comunicação e venda. Não deixe de aplicá-lo na rotina de sua empresa.

Aproveite sua visita ao nosso blog e leia nosso artigo sobre como convencer o seu chefe a contratar uma agência de marketing digital! Temos certeza de que você vai gostar.

Roder Cypriano

OLÁ Multicom
Agência Certificada RD Station

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , ,