7 erros comuns de e-mail marketing que sua empresa deve evitar

Publicado em 24 de outubro de 2017 . Categoria: Agência de Inbound Marketing | Agência de Mídias Digitais | Agência Marketing Digital | Agência Olá Multicom | Clientes | Conteúdo | Ferramentas Marketing Digital | Inbound Marketing | Leads | Marketing | Marketing Conteúdo | Marketing Digital | Marketing offline | Marketing online | Marketing Tradicional | Negócios | Olá Multicom | Plano de Marketing | Propaganda | Publicidade | Publicidade On Line | Público-alvo | Redes Sociais | Social Media | Tendências | Tipos de marketing | Trade Marketing | user experience | Vendas | Websites

Quando falamos em estratégias de marketing digital, o e-mail marketing ainda é o preferido de 54% dos especialistas da área. E isso não é por acaso: hoje, essa ferramenta é responsável por 89% dos leads gerados para uma empresa.

O problema é quando alguns erros de e-mail marketing passam despercebidos, comprometendo o sucesso de toda uma campanha. Embora o envio de e-mail marketing não seja algo tão complexo de se fazer, sempre pode haver uma falha aqui ou outra ali na hora de planejar o disparo de uma campanha. Mas não se preocupe, pois não há nada que não tenha solução!

Neste post, mostraremos os 7 erros mais comuns cometidos na utilização do e-mail marketing e explicaremos o que fazer para evitá-los. Vamos lá?

1. Enviar mensagens sem ter permissão

Sejamos sinceros: quem gosta de receber e-mails com mensagens sobre assuntos que não interessam e de pessoas que você nem conhece? Com certeza, você vai excluí-los sem pestanejar, não é mesmo? Então, não faça o mesmo no seu negócio!

Evite enviar mensagens para pessoas que não deram permissão a você — esse cuidado é fundamental para um bom desempenho de suas campanhas. É imperativo que você comece suas campanhas a partir de uma lista de e-mails que você mesmo tenha conquistado.

É melhor começar com uma lista pequena do que investir dinheiro para comprar uma pronta, mas sem credibilidade e de origem duvidosa. Além do mais, você sabe que enviar e-mail marketing sem permissão configura Spam, uma prática criminalizada, não é mesmo?

Há várias maneiras de criar suas próprias listas de e-mails. Você pode aproveitar seus contatos das redes sociais e enviar um link para a pessoa se inscrever em troca de algum benefício em seu blog.

2. Não personalizar suas mensagens

Ninguém gosta de ser só mais um na lista de uma empresa. Embora estejamos no ambiente virtual, o cliente ainda gosta de ser chamado pelo nome e sentir que a empresa sabe quem ele realmente é.

É necessário estudar com mais cuidado quem é a pessoa com quem está se comunicando. Procure saber quem ela realmente é, o que faz, o que gosta. Procure criar um vínculo mais próximo e sincero com ela.

Um erro de e-mail marketing, muito comum e fatal, é sempre enviar a mesma mensagem para todos da lista. É preciso se preocupar com os seus diferentes perfis e não tratá-los como se fossem todos iguais.

Nem sempre um conteúdo que interessa a uma pessoa, interessará a outra. Nesse ponto, o conhecimento aprofundado sobre suas personas ajudará muito a personalizar suas mensagens e segmentar seus e-mails de forma correta.

Além do mais, evite ser muito formal nas suas mensagens. Use uma linguagem mais próxima, interaja com seu cliente e faça com que ele também saiba quem você é.

3. Encaminhar e-mails muitos longos

Escrever um e-mail para uma estratégia de marketing exige certos cuidados. Um deles é não se estender demais no assunto, fazendo com que o cliente perca o interesse antes de chegar ao final do texto.

Anúncios para e-mail marketing têm um gênero diferente de escrita. Eles têm que ser mais criativos, menos extensos e chamar a atenção para algum ponto de interesse do leitor.

Hoje em dia, com tantas mensagens online, as pessoas, muitas vezes, apenas “escaneiam” o texto. Se suas mensagens forem muito longas, você corre o risco do cliente não chegar até a parte principal do texto — onde está o seu CTA, parte fundamental para que ele clique e seja redirecionado para a página que você quer que ele vá.

Ter uma mensagem mais concisa é o estilo mais apropriado para uma estratégia de e-mail marketing.

4. Não ter uma frequência de disparos

Esse é um erro de e-mail marketing que muita gente comete, porque não faz um planejamento em relação à frequência dos seus disparos.

Nesse ponto, mandar e-mails demais é um deslize sério. Pois pode acabar enchendo a caixa de entrada do cliente com muita mensagem, o que acaba perturbando e cansando a pessoa. Ao mesmo tempo, você também não pode pecar pela falta, ou o cliente acabará esquecendo de você. Portanto, o segredo é tentar ser sensato e encontrar o equilíbrio.

Uma excelente forma de saber a medida certa é investigar como e quando o cliente gosta de receber seu e-mail. Para isso, busque mais dados sobre ele e faça alguns testes A/B para entender melhor seu comportamento em relação ao recebimento de suas mensagens.

5. Não ter cuidado com a otimização de suas imagens

Quando seu e-mail marketing tem uma imagem que não foi otimizada para tal, irá dificultar ou mesmo impedir que ele seja aberto.

Imagens são um grande atrativo e as pessoas tendem a clicar muito mais nelas do que em textos. O problema é exagerar na quantidade ou não saber otimizá-las corretamente, o que trará grande prejuízo para sua campanha. O cliente pode não conseguir abri-las e não compreender o principal: sua mensagem.

6. Deixar a parte mais importante da mensagem depois da quebra de página

Você deve tomar muito cuidado com o layout do seu e-mail. Se deixar que a sua mensagem principal ultrapasse a quebra de página, talvez o leitor não a veja.

Se a pessoa desistir de rolar a página para continuar lendo sua mensagem, isso poderá comprometer, de forma significativa, a sua taxa de cliques e o seu número de conversões e vendas.

Evite negligenciar essa parte, pois suas campanhas podem fracassar apenas por um pequeno detalhe como esse.

7. Não incluir links de forma correta em seus e-mails

Algo muito importante para ajudar na conversão são os links acrescentados aos e-mails. No entanto, muita gente não tem uma noção clara da média de links que deve ser colocada, e nem mesmo a página correta para onde esses links devem direcionar o cliente.

O ideal é ter pelo menos um link e fazer com que ele se conecte direto à página de destino de seu interesse. Direcionar o cliente para a página inicial do seu site pode ser um erro, pois será pouco provável que ele procure pela página onde está a oferta que você gostaria que esse cliente visse.

Esses 7 erros de e-mail marketing que apresentamos aqui podem fazer com que suas campanhas tenham um baixíssimo índice de adesão, fazendo com que você desperdice seu tempo e dinheiro. Para realizar campanhas capazes de converter e fidelizar uma quantidade maior de clientes com eficiência, a solução pode estar em uma agência especializada no assunto. Assim, o grau de assertividade de suas campanhas poderá ser bem maior, concorda?

Se você gostou desse post e está buscando mais conteúdos inovadores para melhorar a performance da sua empresa, não deixe de seguir nosso perfil no FacebookTwitterGoogle+ e LinkedIn: sempre compartilhamos muitas novidades por lá!

Roder Cypriano

OLÁ Multicom
Agência Certificada RD Station

Tags: