5 dicas para uma empresa Saas conseguir vender mais softwares

Publicado em 8 de fevereiro de 2017 . Categoria: Empresas de software | Marketing Digital | SaaS | Vendas

5 dicas para uma empresa Saas conseguir vender mais softwares

O sucesso de uma empresa SaaS ao vender software está no cumprimento de sua promessa mais básica: trazer soluções inovadoras para seus clientes.

Nesse sentido, a inovação pode estar atrelada aos mais diversos processos ou resultados esperados, como aumento das vendas, melhoria do relacionamento com o cliente, redução de custos, crescimento da marca, entre muitos outros.

Porém, ainda que a empresa saiba a qualidade de seu produto, sua comercialização exige estratégias à altura das soluções que ele proporciona. Por esse motivo, trouxemos aqui algumas dicas para ajudar você com o seu planejamento. Acompanhe!

1. Invista em marketing digital

O marketing digital não elimina as funções do marketing tradicional, mas possui características e resultados essenciais para produtos e serviços com forte apelo tecnológico.

Criar um blog com conteúdo relevante para o cliente, direcionando seu raciocínio para identificar as necessidades que ele possui e entender que a empresa tem a melhor solução, é a base do marketing de conteúdo, que faz parte do marketing digital.

A automação do relacionamento e a utilização de formatos mais modernos para o comunicação com o público como as redes sociais, mensagens para smartphones e outras soluções que a internet proporciona também são investimentos em marketing digital.

E falando sobre investir, além de sua eficiência comprovada através de indicadores de performance, o marketing digital é democrático e permite dimensionar pequenos orçamentos sem perder na qualidade dos resultados.

2. Ofereça períodos de testes antes de vender software

Seja um ERP ou qualquer outro tipo de SaaS, oferecer os conhecidos trials — ou períodos de teste — pode estreitar a distância entre a empresa e o potencial cliente. Mas essa ação também exige estratégias.

É preciso traçar uma estratégia alinhada com o conteúdo do blog e tutoriais que auxiliem a utilização, por mais simples e autodidática que seja a ferramenta.

Um chat online ou outro canal para que o futuro cliente possa tirar dúvidas enquanto experimenta o software pode ser fundamental para que a experiência seja suficientemente positiva.

A definição do período de trial também é importante. No mercado de SaaS é comum oferecer 30 dias para testes, mas isso pode fazer com que o cliente adie sua experimentação e perca o prazo.

3. Crie níveis de personalização do serviço

Empresas de SaaS devem oferecer, antes de tudo, soluções simples, rápidas e transacionais. Essas características exigem que seu software seja maleável e se adapte às necessidades de cada cliente e nicho de atuação.

Algumas personalizações podem ser determinantes para o fechamento da venda, como nos casos onde o software deve ser capaz de cumprir as legislações estaduais, nacionais e internacionais ao mesmo tempo.

As personalizações também devem contemplar as formas de pagamento, que podem se adequar conforme o porte da empresa ou suas necessidades em relação aos módulos do software.

4. Planeje uma apresentação envolvente

A admiração e orgulho em relação ao produto vendido são louváveis, mas não podem cegar o representante na hora da venda.

Criar uma apresentação e supervalorizar o tamanho da empresa e sua fatia de mercado pode ser interpretado como uma forma de tirar o foco do principal, que é o software.

Por outro lado, falar sem parar de todas as características e funções do software pode ser cansativo, além de uma oferta de argumentos para que o cliente barganhe no preço — afinal, muitas soluções apresentadas não terão utilidade para seu uso.

5. Saiba quem avaliará a proposta do software

Um software desenvolvido para a área de atendimento ao cliente pode ser avaliado por um gestor de TI ou até mesmo pelo presidente da empresa.

Para que a venda seja bem sucedida, é preciso saber para quem ela será direcionada. Dessa maneira, os argumentos serão embasados nos valores e dilemas daquele profissional.

Ou seja, caso o tomador de decisão seja o gerente de vendas, os argumentos sobre lucro terão mais relevância. Já para um gerente de TI, sua facilidade de instalação e suporte será mais importante.

Em resumo, o planejamento para vender software deve considerar as necessidades dos clientes para criar argumentos incontestáveis e cativantes. A inovação deve estar presente na forma com que a empresa faz negócios.

E você, gostou destas dicas? Quer mais detalhes sobre as melhores práticas de marketing do mercado? Assine nossa newsletter e receba sempre um conteúdo rico para o sucesso dos seus negócios!

Roder Cypriano
OLÁ Multicom
Quem evolui, cresce!


 

Saiba quais são os pricipais componentes do Trade Marketing

Tags: