5 coisas que você precisa saber sobre cálculo de ROI para SaaS

Publicado em 23 de agosto de 2016 . Categoria: Empresas SaaS | ROI | SaaS

Empresas baseadas no modelo SaaS

Empresas baseadas no modelo SaaS – software as a service – criam ferramentas escaláveis, muitas vezes com cobrança recorrente e que apresentam um crescimento relativamente rápido.

Por isso, um ponto importante para negócios que comercializam softwares é a necessidade de direcionar bem seus investimentos, para ter o maior retorno possível com cada real investido.

E como saber qual é o melhor destino do seu dinheiro? Com o cálculo do ROI.

O Retorno sobre investimento é indispensável para empresas que desejam conseguir mais clientes e otimizar os esforços do negócio.

Por isso, separamos 5 coisas que você precisa saber sobre cálculo de ROI para SaaS. Acompanhe!

1. ROI para SaaS pode ser tanto rápido quanto a longo

Empresas SaaS costumam seguir um ditado: “Dificuldades em curto prazo para ganhos a longo prazo”.

Com certeza você já ouviu essa frase antes e muitas empresas a utilizam como base de suas decisões. A verdade é que isso não é, necessariamente, verdade.

Para criar, lançar e comercializar um software, o tempo necessário é relativamente menor do que um produto, por exemplo.

Essa rapidez permite colocar no mercado uma nova opção rapidamente, e disputar a atenção dos consumidores.

Esse é o ROI rápido, ou de curto prazo, aquele é calculado com base na inserção recente de um serviço no mercado.

Porém, a Forrester Research realizou um estudo com 11 empresas que seguem esse modelo de negócio, e uma das suas maiores conclusões foi que o ROI a longo prazo é ainda mais importante, considerando que os clientes precisam de tempo para criar confiança na marca, e serem fidelizados àquele serviço.

2. Usar dados que não são precisos para o cálculo gera resultados incorretos

Números duvidosos geram resultados duvidosos. Por isso, inserir dados baseados no “eu acho” é um dos grandes erros do cálculo de ROI para SaaS.

Para garantir que as conclusões sejam o mais relevantes possível para o negócio, procure levantar os dados com a maior exatidão que você conseguir.

A principal dificuldade costuma ser com o retorno obtido em cada investimento, visto que nem sempre ele é palpável ou realmente claro.

3. O ROI te ajuda a direcionar melhor os seus investimentos

Precisamos colocar o dinheiro onde realmente importa, certo? Empresas SaaS, principalmente startups com aceleração, recebem – ou investem – de forma organizada e escalável.

Ou seja, os investimentos são feitos em parcelas, e é preciso otimizar cada um dos custos.

Logo, o cálculo do ROI te ajuda a encontrar quais canais e ações estão gerando retorno positivo, e focar em trabalhá-los.

4. Você também pode calcular o ROI dos seus clientes

Sim, clientes também possuem ROI! Mas é uma abordagem levemente diferente. Usuários de um software procuram essas soluções pois elas são práticas, e devem entregar valor para o negócio.

Logo, o retorno sobre o investimento que o cliente realiza precisa ser positivo, ele precisa ganhar tempo, não enfrentar barreiras e tirar o máximo do seu serviço.

5. O retorno sobre investimento é uma ferramenta de tomada de decisão

Provavelmente você já percebeu a importância do ROI na hora de tomar decisões, mas é sempre importante reforçar. Cada investimento conta e o retorno gerado por ele precisa ser sempre otimizado.

Afinal, ninguém gosta de ter gastos, certo? Para isso, utilize o cálculo de retorno sobre investimento para encontrar as melhores soluções para a sua empresa, e também para entender se os seus clientes estão tendo o resultado esperado do seu serviço.

Procure usar o ROI como uma ferramenta estratégia para o seu negócio e calcule-o sempre que for necessário analisar um investimento.

Como você tem utilizado o ROI dentro da sua empresa SaaS? Conte para a gente nos comentários!

Sucesso!

Roder Cypriano
OLÁ Multicom
Agência Certificada RD Station

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,