12 habilidades de um campeão de vendas: Conhecendo o produto

Publicado em 16 de maio de 2019 . Categoria: Agência de Mídias Digitais | Clientes | Conteúdo | Empreendedorismo | Vendas

Uma mulher vendendo roupa social para um homem com as dicas de venda da Olá Multicom

“O conhecimento é em si mesmo um poder”, afirmava o filósofo inglês Francis Bacon, cunhando uma frase simultaneamente universal e atemporal. Universal porque constitui uma afirmação verdadeira para as mais diversas áreas, da ciência à guerra; atemporal porque, embora tenha sido proferida em pleno séc. XVII, ela ainda faz sentido mesmo em uma era dominada pela informação, como é a nossa.

No atual mundo dos negócios, conhecimento significa mais vendas. De fato, é muito mais difícil vender um produto sem conhecer a fundo as suas especificidades ou as necessidades dos clientes. Também não há nada pior do que tentar demonstrar um aspecto de determinado produto e se deparar com um recurso que não funciona como esperado.

No post de hoje, falaremos sobre a importância de conhecer bem o produto durante o processo de vendas e daremos 5 dicas de como desenvolver essa habilidade.  Continue a leitura e saiba mais!

 

5 formas de adquirir conhecimento sobre produtos e serviços

É muito mais provável que um cliente se sinta impelido a comprar com vendedores que demonstrem confiança em si mesmos e nos produtos que estão vendendo. Uma forma de adquirir mais confiança é conhecendo melhor os produtos. 

Para além da participação em treinamentos convencionais e da leitura de brochuras e catálogos, um profissional de vendas pode se valer de formas criativas para conhecer os produtos e serviços com os quais trabalha. Veja a seguir as nossas dicas:

 

#1 Baseie-se na sua própria experiência: Quer se trate de um celular, de um chocolate ou de um creme facial, é essencial que o vendedor tenha a oportunidade de experimentar o produto ou estabelecer, na prática, contato prévio com ele. Dirija o carro que você tem que negociar; faça uma aula experimental do curso para o qual você tem que atrair alunos; teste o novo shampoo que chegou recentemente às prateleiras da sua loja.

No momento da venda, essas experiências poderão ser valiosas e ajudar o vendedor a expor os benefícios do produto, falando com muito mais propriedade e segurança. Ele pode inclusive deixar claro que testou o produto e sublinhar, do ponto de vista pessoal, o que mais gostou nele.

É bom não esquecer também que a venda tem um forte componente emocional e psicológico e que a relação de confiança é construída com base em uma presunção de honestidade.
Por isso, não tenha dúvidas: seja sincero ao dar as suas opiniões. Se o seu produto ou serviço tiver algum aspecto negativo em determinadas situações, fale sobre isso com o cliente. Deixe-o saber, desde o início, se você achar que o produto ou serviço não é adequado para ele. Quando precisar de algo no futuro, há mais chances de ele lembrar de você ou mesmo de recomendá-lo para conhecidos.

 

#2 Peça feedback aos clientes: No período pós-venda, uma boa ideia é entrar em contato com o cliente e inquirir acerca da sua experiência com o produto. Isso pode ser feito via telefone ou por meio de um formulário encaminhado por e-mail.
Procure saber não só daquilo que agradou o consumidor, mas também de eventuais características negativas. Esse conhecimento poderá ajudar a fundamentar a argumentação acerca do produto, tornando o vendedor alguém muito mais preparado para contra-argumentar.

 

#3 Use a internet. O vendedor pode usar as ferramentas disponíveis na internet para conhecer melhor o produto. Uma boa dica é fazer uma varredura em sites que trazem resenhas de produtos feitas por clientes reais, como os próprios sites das empresas ou o YouTube.  Outra ideia é consultar o Reclame Aqui, que agrega as queixas de clientes contra empresas e produtos das mais variadas áreas.

 

#4 Participe em sessões de role play: Também chamados “jogo de interpretação de papéis”, os role play consistem em simulações de situações reais de vendas – alguém faz o papel de vendedor para um potencial cliente, tentando convencê-lo a comprar; o potencial cliente, por sua vez, testa o nível de conhecimento do vendedor acerca do produto, disparando questões e contra-argumentos. Isso pode ser feito todos os dias ou com a frequência necessária.
A atividade coloca o profissional de vendas em ação, testa o seu nível de conhecimento e permite identificar aspectos que precisam ser melhorados.

 

#5 Partilhe experiências: Outra boa dica é reunir a equipe de vendas periodicamente de modo a que os membros possam trocar conhecimentos e impressões acerca dos produtos.

Por hoje, é tudo. Que tal começar a colocar essas dicas em práticas e mensurar, por um mês, o efeito prático nas vendas? Conte-nos a sua experiência.
Acompanhe a nossa série de artigos para manter-se atualizado das demais habilidades de um campeão de vendas. Até o próximo post!

 

Olá Multicom – Agência de Inbound Marketing

Tags: